Demonstração de capacidades realizada no Hot Blade 2021

Realizou-se no Hot Blade 2021 uma demonstração de capacidades, que reuniu grande parte das aeronaves e forças presentes no exercício.
Na demonstração foram efetuadas algumas das tipologias de treino que habitualmente se têm realizado ao longo de toda a edição do Hot Blade 2021.
Na operação estiveram dois F-16M portugueses que realizaram Escort e Top Cover a toda a operação, ao qual se juntaram também dois PC-7 da Áustria e dois OH-58 a realizar também Top Cover e Escort aos helicópteros com ação no terreno.
No terreno esteve um EH-101 Merlin, operado pela Esquadra 751 – “Pumas”, que transportou dez militares do Destacamento de Ações Especiais, da Marinha Portuguesa, que se posicionaram no terreno através da técnica de inserção Fast Rope, e dois militares do Núcleo de Evacuações Aeromédicas da Força Aérea, que prestaram cuidados médicos a “um ferido” no terreno.
Dois Cougar’s, um Esloveno e um dos Países Baixos, realizaram uma missão de assalto aéreo, um helicóptero AW119 “Koala”, operado pela Esquadra 552 – “Zangões”, transportou a Força de Reação Rápida (QRF) do Exercício Português, que efetuou a interdição de um veículo.
Destaque para a missão realizada por dois Chinooks, dos Países Baixos, que efetuaram uma missão de sling load de dois veículos, respetivamente. Esta missão consiste no transporte por baixo do helicóptero de carga suspensa, neste caso veículos, presa por um cabo.
No terreno esteve também uma equipa de quatro JTAC (Joint Terminal Attack Controller) portugueses, que é responsável por dar apoio a ação das aeronaves de combate aos alvos hostis.
Neste cenário, dois F-16M e um PC—7 assumiram o papel de forças hostis/oponentes, juntamente com militares do Exército dos Países Baixos e do Núcleo de Operações Táticas de Projeção da Força Aérea.
Foi uma demonstração completa que mostrou o verdadeiro significado da importância do treino conjunto que se realiza neste exercício, tendo em vista o aumento da interoperabilidade entre as nações. A missão foi e continua a ser cumprida, por uma Europa mais forte.

VEJA AS FOTOGRAFIAS