“Sentimo-nos em casa e isso também ajuda a aprimorar as nossas habilidades”

O Destacamento Austríaco trouxe ao Hot Blade 2021 três helicópteros OH-58 e quatro aeronaves de asa fixa PC-7. No total são 47 os austríacos que se encontram neste momento em Portugal, que inclui o pessoal responsável pela manutenção e sinalização, Forças de Operações Especiais e as tripulações das aeronaves.

O Comandante do Destacamento Austríaco, Tenente-Coronel Stephan Hitzenhammer, fala sobre a importância do Hot Blade 2021 pelo cenário e ambiente realistas que encontram e por ser possível “treinar com as outras nações, tanto as forças terrestres quanto as aéreas”.

Stephan Hitzenhammer dá ainda importância ao facto do exercício ser organizado em Portugal, num “ambiente quente e empoeirado”, e por isso se tornar num desafio acrescido para os responsáveis das aeronaves, explicando que “a manutenção e os pilotos têm de se adaptar ao clima quente, visto ser um ambiente muito diferente do que encontram em casa”.

“Todo o meu pessoal está muito feliz. A Força Aérea Portuguesa dá muito apoio e a hospitalidade é excelente. Todas as outras nações estão altamente motivadas para treinar juntas, todos querem seguir em frente e todos se apoiam. Sentimo-nos muito bem-recebidos, sentimo-nos em casa e isso também ajuda a aprimorar as nossas habilidades”, finaliza o Comandante do Destacamento Austríaco presente no Hot Blade 2021.